Este blog não tem fins lucrativos e deve ser citado se suas informações forem utilizadas. Todos os direitos reservados.
(c) All rights reserved.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Breve Nota Sobre os "Tostes"



Nota-se que o apelido pluralizou-se ao passar para o Brasil, ascendendo aos Toste da Ilha de Terceira, Açores, Portugal, no século XVII.

Antes dos Açores, o nome familiar parece vir de TOST.

Seus segmentos mais remotos indicam chegar à Catalunha, até o século XI, cujos representantes da linhagem estavam ligados, por vassalagem e parentesco, aos Condes da Casa de Barcelona e de Urgell, que posteriormente culminaram no Reino de Aragão.

A imagem seguinte, é das ruínas da Igreja de Sant Martí de Tost, da qual se contém o excerto:

"El terme de Tost i el seu castell estan documentats ja des de l'any 815, mentre que la referència històrica més antiga de l'església de Sant Martí de Tost data de l'any 1030. És situat a 785 metres d'altitud, dominant la vall on hi ha les restes de l'antic castell de Tost. Al segle XI en fou senyor Miró, pare del famós Arnau de Tost, fundador de la dinastia vescomtal d'Àger. Fou a petició seva que el temple fou consagrat l'any 1040 per Bisbe Eribau d'Urgell i fundat pel mític cavaller Arnau Mir de Tost i la seva muller Arsenda.

L'edifici és d'una sola nau i conté importants vestigis de l'església original, tot i que gran part de la construcció és d'època gòtica o posterior.

Són destacables les tres finestres de doble esqueixada que s'obren a la façana sud i una porta paredada oberta en arc de mig punt format per dovelles.

Procedents de Sant Martí de Tost es conserven al Museu Nacional d'Art de Catalunya (al Palau Nacional de Montjuïc, Barcelona), diversos elements d'un baldaquí de l'altar, dels ss XII-XIII."

http://www.alturgell.org/

Extraído da página do Grupo da Família Tostes

3 comentários:

Murah Rannier disse...

Uma tentativa aproximada de tradução:
“O termo de Tost e o seu castelo estão documentados desde 815, enquanto que a mais antiga referência histórica da Igreja de São Martin de Tost data do ano de 1030. Ele está localizado a 785 metros acima do nível do mar, dominando todo o vale, onde há as ruínas do antigo castelo de Tost. No século XI, foi o Sr. Miro (Miró), o famoso pai de Arnau Tost, o fundador da dinastia de Visconde Ager. Foi a seu pedido que o templo foi Consagrado em 1040 pelo Bispo Eribau de Urgell e fundado pelo lendário cavaleiro Arnau Mir de Tost e sua esposa Arsenda.

O edifício é de uma só nau e contém importantes vestígios da Igreja primitiva, embora grande parte da construção seja da época gótica ou posterior.

Destacam-se três notáveis janelas de dupla que se abrem para a fachada sul, e uma portinhola na parede em formato de arco.

Provenientes da Igreja Sant Marti de Tost são conservados no Museu Nacional de Arte da Catalunha (o Palácio Nacional de Montjuïc, Barcelona), diversos itens de um baldaquino do altar, dos séculos XII-XIII. "


O texto está em Catalão, uma língua com a qual não tenho muita habilidade, mas como ela é uma mistura do Italiano e do Espanhol, os quais tenho certa facilidade, dá para me arriscar!

Murah Rannier disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Murah Rannier disse...

Significa da palavra BALDAQUINO:
Dá-se o nome de baldaquino a uma armação que serve de cobertura e protecção para
todo o Altar, ou apenas para o Sacrário, que pode ser suspensa do tecto ou suportada por
colunas.
Também se usava sobre as cadeiras dos bispos nas suas Catedrais e sobre os
tronos dos reis.
Diz-se que esta palavra Baldaquino é originada da palavra italiana Baldacco, que
significa Baghdad, referente ao tecido que se usava a ornamentar os Baldaquinos.
Normalmente é de madeira, lisa ou talhada, mas também pode ser de metal, ou pode
ser ainda uma simples armação (grade) de metal ou de madeira, coberta com um tecido
apropriado.
O baldaquino tem o significado simbólico de protecção para todo o altar ou apenas o
Sacrário contra todas as poeiras, mas todo o seu simbolismo pode representar a nossa
reverência para com o SS. Sacramento ou para com a mesa da Eucaristia.
Modernamente, em virtude da estrutura do altar e do lugar que ocupa nas Igrejas, os
baldaquinos deixaram de ser usados.
Ver : Altar. Banqueta. Credência. Dossel. Extraído da Enciclopédia virtual.

Ruínas da Igreja de Sant Martí de Tost

Ruínas da Igreja de Sant Martí de Tost
Fonte: Página do Grupo da Família Tostes - http://br.groups.yahoo.com/group/familia_tostes/

Cadastre-se no Grupo Família Tostes no Yahoo!

Assinar familia_tostes

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com